Clima: 26 explicações simples do Brasil e do Mundo

O Clima vira um tópico de bastante curiosidade especialmente nas épocas natalinas. Enquanto residentes de países do hemisfério norte se abrigam com luvas e cachecóis, residentes de outras localidades começam a tirar os biquínis e as sungas dos armários.

O mais curioso é observar que essa mudança climática pode ocorrer dentro dos próprios continentes, países e até cidades dependendo de sua extensão territorial.

Saber sobre as mudanças climáticas não é somente importante para saciar sua curiosidade. Climas e vegetações têm sido os temas mais frequentes na área de Geografia, porém são os tópicos no qual o aluno sente muito mais dificuldade.

Portanto seja para saciar a sua curiosidade ou para te ajudar a passar no vestibular. Esse artigo se destina a lhe apresentar 26 explicações que você precisa saber sobre climas do Brasil e do mundo.

Abaixo está uma lista sobre tudo que você aprenderá nesse artigo:

  • o que é o clima;
  • o que é a climatologia e a metereologia;
  • qual a diferença entre o tempo e o clima;
  • 9 principais tipos de clima;
  • climas em cada região do globo;
  • clima e vegetação no mundo e no Brasil.

Esses tópicos irão te ensinar o básico sobre os estudos do clima e da vegetação, portanto se você não está a par do assunto não deixe de conferir!

O que é o Clima?

O que nós chamamos de clima é o conjunto de condições atmosféricas que afetam uma determinada área do globo. Normalmente, essas condições são a altitude, radiação solar, temperatura média, pressão atmosférica entre outras.

O que caracteriza o clima é a sua uniformidade territorial e temporal, compreendendo períodos sanzonais de alteração climática constante.

Qual a diferença entre Tempo e Clima?

Diferente do clima, o tempo é caracterizado por sua oscilação momentânea. Por exemplo, o tempo pode estar nublado, chuvoso e ensolarado, pois essas são condições passageiras compreendidas dentro de um determinado clima.

Em climas tropicais é comum que no verão o tempo esteja ensolarado com temperaturas elevadas ou em climas polares é comum a presença de neve durante o ano todo.

O que é a Climatologia e a Metereologia?

Se você já usou sites como o climatempo já deve ter visto o trabalho de pesquisadores e técnicos da área da climatologia e metereologia.

Como visto anteriormente, existe uma diferença importante em relação ao tempo e o clima relacionado a oscilação prolongada ou momentânea do comportamento da atmosfera.

O ramo da climatologia e metereologia estudam respectivamente, o clima e o tempo, o papel de ambos é muito importante para os estudos das variações climáticas.

O climatologista auxilia na compreensão da mudança climática no decorrer dos séculos em uma região do planeta, o que ajuda na compreensão da influência humana nos processos da atmosfera, como o efeito estufa e, por conseguinte, o Aquecimento Global.

O metereologista é o principal responsável por prever condições atmosféricas em um curto lapso de tempo, isso é importante na aplicação de políticas públicas, especialmente as assistencialistas, relacionadas a nevascas agressivas no hemisfério norte e a chuvas intensas no hemisfério sul.

Principais tipos de clima:

O clima possui um impacto considerável na relação do ser humano com o seu ambiente.

O ser humano altera e vira produto da sua realidade a partir dos recursos que o meio lhe oferece. Portanto, diferentes climas no globo possibilitaram a criação de diferentes elementos culturais, desde os pratos, como a carne de sol, até as vestimentas.

Saiba abaixo com mais detalhes os 9 principais climas do globo:

  1. Clima Tropical

Como o nome já sugere, o clima tropical está localizado na faixa intertropical, ou seja, entre os trópicos de Câncer e Capricórnio.

Esse clima é caracterizado por sua Estação Seca e Chuvosa, respectivamente, por períodos de temperatura baixa e clima seca e uma temperatura alta e clima úmido, com a persistência de chuvas.

O Clima tropical é dividido em quatro tipos:

  • Clima Tropical de monções

Esse clima é mais popular na região do sudeste asiático e trata-se de um arranjo climático concentrado em dois extremos: Um inverno extremamente seco e um verão demasiado chuvoso.

  • Clima Tropical úmido-seco

Há alternância entre estação seca e úmida, característica de regiões no interior do continente.

No Brasil ela é predominante na região Centro-Oeste, e é derivada da influência de duas massas de ar a Equatorial Continental, vinda do norte do país, e a Tropical Atlântica, do litoral.

  • Clima Tropical semiárido

Conhecido como ‘’clima do sertão’’, esse clima é caracterizado pelas secas (estiagem) e pela presença irregular de chuvas, portanto, regiões na qual esse clima é presente apresentam Baixa umidade e Baixo índice pluviométrico.

Ademais, devido ao longo período de estiagem, há uma amplitude térmica constante, com esporádica variação de temperatura.

  • Clima tropical de altitude

O principal fator que influencia esse clima é a altitude, presente em regiões elevadas o clima apresenta a existência de chuvas durante o ano todo, porém mais intensas no verão.

Ademais devido a altitude, a temperatura de regiões que apresentam esse clima é menor. Isso se deve, em relação ao Brasil, ao choque das massas tropical atlântica e a polar, responsáveis por gerar invernos com temperaturas inferiores a 18 graus Celsius.

Vegetação

A vegetação predominante neste clima pode variar em relação a umidade, em regiões com alto índice de pluviosidade é possível o desenvolvimento de uma mata densa e fechada como a vista na Floresta Amazônica, porém em climas secos há a existência de vegetação rasteira e árvores espaçadas, o bioma da Savana.

  1. Clima Equatorial

Como o nome indica, esse clima está presente nas regiões próximas à linha do equador. Esse clima cobre 6% da superfície do planeta.

Como características principais, o clima equatorial tem como característica temperaturas elevadas de forma constante durante o ano.

Isso se deve a sua localização em relação aos raios solares: devido a sua latitude, os raios solares atuam de forma perpendicular, mantendo a temperatura alta sem variações térmicas acentuadas.

A média de precipitações nessas regiões é alta, ocorrendo chuvas em todos os meses, sem períodos de seca ou estiagem.

Ele é dividido em dois tipos:

  • Clima Equatorial Úmido

Esse tipo é característico da região Amazônica e é marcado por altas temperaturas e por constantes precipitações.

  • Clima Equatorial Semi-úmido

Esse típico é similar ao primeiro, entretanto ele possui um índice pluviométrico menor, esta dividida entre a temporada chuvosa e a seca.

Vegetação

A vegetação predominante é conhecida como Floresta Equatorial, caracterizada pela mata densa, verde e com bastante biodiversidade.

  1. Clima Subtropical

Similar ao clima equatorial, o clima subtropical apresenta precipitações durante o ano todo. Entretanto, a temperatura nesse clima raramente passa dos 23 graus Celsius no verão e no frio as temperaturas costumam ser abaixo de zero.

Dependendo da altitude é possível o surgimento de geadas e até, esporadicamente, neve.

Esse clima é compreendido como um clima de transição entre o clima tropical e o temperado. Nesse clima as estações do ano começam a estarem mais bem definidas.

Vegetação

A vegetação predominante nesse clima dependerá da altitude do local. Em regiões mais altas os bosques de araucárias serão mais presentes e em regiões mais baixas haverá a presença dos campos com vegetação rasteira conhecida como pampas.

  1. Clima temperado

Localizado entre a região dos trópicos e polos, o clima temperado possui temperaturas que ficam na média dos -3 graus Celsius até 20 graus Celsius, apresentando estações do ano bem definidas.

A vegetação desse clima costuma ser constituída por plantas caducifólias, isto é, que trocam as folhas no outono e inverno.

Esse clima apresenta dois tipos:

  • Clima temperado oceânico

Característico da zona litorânea, esse tipo de clima temperado apresenta precipitação em abundância e de forma equilibrada durante todo o ano, apresentando baixa variação térmica. O inverno nessas regiões costuma ser mais rigoroso.

  • Clima temperado continental

Presente no interior do continente apresenta baixo índice pluviométrico e amplitude térmica elevada, isto é, com verões bastante quentes e invernos bastante frios.

  • Clima Temperado Mediterrâneo

Esse tipo se apresenta no hemisfério norte na zona mediterrânea, ele é caracterizado por inversos com intensa precipitação e verões com baixo índice de umidade, podendo a seca persistir de 3 a 9 meses dependendo da região.

Vegetação

Nesse clima o bioma predominante é o das Florestas temperadas que são caracterizadas pelo espaçamento entre as árvores e sendo caducifólia como atributo, isto é, com a perda das folhas no inverno e o aspecto alaranjado ou avermelhado das folhas no outono.

As pradarias também são pertencentes ao clima temperado.

  1. Clima mediterrâneo

Esse clima recebe esse nome devido a sua proximidade com o Mar Mediterrâneo, altamente influenciado pelo mar, ele possui um verão seco e invernos com temperaturas amenas e ocorrência esporádica de chuvas.

Quanto mais distante da área oceânica a temperatura poderá aumentar devido a ação das massas de ar.

Vegetação

A vegetação predominante é a floresta mediterrânea, composta de plantas posicionadas distante uma das outras. As principais espécies de árvores são os pinheiros e os cedros e também arbustos, espécies como medronheiros e loureiros, conhecidos como maquis.

  1. Clima desértico

Marcado pela baixa umidade, o clima desértico quente possuem altíssima amplitude térmica podendo ter mudanças bruscas de temperatura de dia e a noite.

Em áreas desérticas é possível a presença de áreas mais úmidas com maior diversidade de vegetação e fauna, derivados do surgimento de águas subterrâneas. Dessa forma desenvolvendo os Oásis.

Esse clima está em pelo menos quatro continentes, como a América, Oceania, África e Ásia.

Vegetação

Devido a baixíssima umidade, não há a possibilidade de crescimento nesse clima de vegetação de médio e grande porte. O que, portanto, significa a presença em abundância de vegetação rasteira com arbustos constituídos por espinhos e armazenamento de água.

  1. Clima continental árido

Esse clima é marcado pela baixa umidade do ar, possuindo um índice pluviométrico baixo, possuindo alta amplitude térmica, podendo variar desde 17 graus Celsius no verão até 20 graus Celsius negativos.

Esse tipo de clima ocorre na Ásia Central e também na Patagônia, na Argentina.

  1. Clima de altitude

A altitude é um fator decisivo para definir um clima. Ela afeta a temperatura, a insolação, a taxa de precipitação, pressão atmosférica e a frequência dos ventos.

A altitude também garante que a amplitude térmica durante o ano seja constante, porém na transição do dia para a noite é possível que a temperatura mude bruscamente.

Portanto, quando uma cidade, por exemplo, está localizada em uma região montanhosa ou de serra é comum que ela possua um perfil climático próprio em relação as suas vizinhas.

Isso é verdade especialmente em relação a cidade do Rio de Janeiro e de Petrópolis no sudeste do Brasil, pela última estar localizada em uma altitude mais elevada ela possui temperaturas mais frias.

Vegetação

A vegetação predominante é conhecida como vegetação de altitude, possuindo esse nome devido a influência direta da altitude para a sua presença. As espécies que se desenvolvem nessas condições são as gramíneas, musgos e liquens.

  1. Clima Polar

Presente nas extremidades do planeta em altas latitudes, o clima polar tem como característica baixas temperaturas durante todo o ano, ocorrendo momentos de precipitação de neve.

Devido ao eixo de inclinação terrestre, essa região pode carecer em temporadas do ano da presença de raios solares o que acarreta o fenômeno de ‘’noites’’ de seis meses de duração o inverso também é verdadeiro com a presença no calendário de temporadas sem noite.

Vegetação

A vegetação predominante nesse clima é conhecida como tundra e é formada por plantas rasteiras, liquens e musgos. Entretanto, essa vegetação somente surge no verão sendo completamente coberta por gelo no inverno.

Quanto menor a latitude menos a possibilidade da presença da vegetação restando somente as geleiras.

Climas do mundo    

Depois de apresentado os climas gerais encontrados no globo, esse tópico irá te auxiliar a identificar as regiões nas quais esses climas pertencem.

Esse artigo irá aprofundar-se mais no clima e vegetação brasileira, mas serão apresentadas para você as informações básicas das outras regiões.

Climas da América do Sul

A América do Sul é formada por duas zonas climáticas: a intertropical e a temperada do sul sendo que os climas que estão em maio relevância são o tropical e o equatorial seguido do subtropical e temperado.

Ademais, devido a regiões montanhosas, como no Chile, existem regiões que estão submetidas ao que foi visto anteriormente no artigo como Clima de Altitude.

A América do Sul é um continente de grande extensão, o que significa que um mesmo país pode apresentar diferentes perfis climáticos.

Esse é o caso da Argentina, o clima da Argentina é predominantemente temperado, porém no extremo norte apresenta clima tropical e no extremo sul temperaturas baixas com precipitação de neve.

Climas do Brasil

O Brasil também se enquadra no caso da Argentina, possuindo um território de grande extensão e por isso apresenta diferentes perfis climáticos: tropical, equatorial, semiárido e subtropical. Esses podem ser considerados os climas brasileiros.

Entretanto, sem dúvida é um país de climas quentes já que o clima tropical é o que abrange a maioria dos estados, especialmente o tropical, tropical de altitude e o tropical atlântico.

Uma particularidade interessante do país é a presença do clima semiárido na região nordeste outros climas do nordeste são o tropical e o equatorial úmido.

Os tipos de climas do Brasil variam de região para região, por exemplo, observando a região sudeste e em especial os climas do Rio de Janeiro são possíveis ver três tipos de clima: tropical semi-úmido, o tropical de altitude e o clima tropical.

Esses diferentes climas favorecem o crescimento de diferentes vegetações como a caatinga no nordeste e a mata atlântica no sudeste.

Vegetação  do Brasil

Como forma de compreender com mais detalhes a vegetação brasileira, aqui está uma lista dos principais biomas encontrados no território:

  • Caatinga: A caatinga está presente na região nordeste do país e se desenvolve em climas semiáridos com baixa úmida e pouca oscilação na temperatura. Grande parte da sua vegetação é composta por cactos e plantas xerófilas.
  • Cerrado: Encontrado na região norte, nordeste, sudeste e centro-oeste do Brasil, ele é comparado as savanas devido a composição por árvores de estatura baixa e média, com troncos retorcidos, além dos arbustos.
  • Mangue: presente no litoral brasileiro, ele se desenvolve em climas tropicais e subtropicais e é considerada uma ‘’vegetação de transição’’ entre o ambiente terrestre e o marinho. Ele surge em solo nutritivo com árvores de médio e grande porte portando raízes aéreas.
  • Pampa: Localizada no sul do país o Pampa é comparado as pradarias europeias por possuir vegetação similar como as gramíneas, apesar de que, diferente da pradaria, os pampas possuem árvores de pequeno porte e arbustos.
  • Pantanal: Localizado na região centro-oeste, o pantanal é considerada a maior planície alagada do mundo e surge em regiões de temperatura tropical como no Brasil, Paraguai e Bolívia.
  • Mata Atlântica: Também chamada de Floresta Tropical ou Floresta Atlântica ela está presente nas regiões litorâneas do país. Ademais, dependendo da região, a partir da existência de planalto e serras, ela pode apresentar microclimas como o subtropical úmido e o tropical de altitude.

Existem outros climas como o da Mata das Araucárias e o da Mata dos Cocais.

Climas da Europa

Quando se trata da Europa é difícil não pensar que o continente está sobre a influência somente de climas frios.

Entretanto, a Europa também compartilha de climas subtropicais, especialmente na região da Escandinávia e ao sul da Islândia e também alguns enclaves de clima semiárido na Espanha.

No geral, o clima que está em maior abundância na Europa Ocidental é o clima temperado enquanto no leste europeu, Rússia e Escandinávia há a predominância do clima continental com temperaturas abaixo de zero.

Vegetação da Europa

Os estepes são similares a caatinga brasileira, eles são biomas de transição entre as savanas e os desertos e estão presentes em regiões de ambiente temperado e subtropical.

A pradaria é um tipo de vegetação ausente de arbusto e arvores, diferente dos estepes as pradarias se desenvolvem em climas mais úmidos.

Climas da África

A África está submetida a quatro climas: o equatorial, predominante no centro-oete do continente e também na Costa do Marfim, o Tropical, presente na região central e sul da África, Desértico, presente no deserto do Saara (Região norte da África) e Calaari (Sudoeste da África) e por fim o ambiente mediterrâneo presente no extremo norte e sul do continente.

Vegetação da África

A savana é encontrada no continente africano especialmente em locais de ambiente tropical e subtropical. Como o cerrado brasileiro, ela possui uma vegetação predominantemente rasteira.

Climas da Ásia

A Ásia é contemplada por quatro climas: o siberiano, desértico, subtropical e o de monções:

  • O ar siberiano é composto por climas polares, onde as temperaturas estão baixas durante o ano e costuma estar localizado no extremo norte da região
  • O tempo semiárido está localizado na Ásia Central, com ampliação térmica não uniforme.
  • No sudeste chinês e no Japão é encontrado o ar subtropical com verões quentes e precipitações constantes durante os meses.
  • O clima de monções é encontrado especialmente na Índia.

Climas do Oriente médio

No Oriente médio os climas predominantes são o semiárido e o desértico, que como mencionado anteriormente, são marcados pelas temperaturas elevadas, grande oscilação térmica e baixa possibilidade de precipitação.

Entretanto, também há a presença de climas mediterrâneos nos litorais, com verões secos e invernos chuvosos.

O que você aprendeu sobre o clima do Brasil e do mundo

Sem sombra de dúvidas não é fácil memorizar todos os climas e vegetações encontradas pelo globo, porém é possível por hora compreender o básico sobre a organização climática da terra.

Esse artigo te apresentou desde os primeiros passos, informações básicas sobre a temperatura tanto no Brasil quanto no mundo, mostrando as vegetações e para qual ambiente é cada região.

Para aprofundar os seus estudos é importante que você leia artigos e projetos feitos por climatologistas ou por geógrafos especializados em geografia física. Dessa forma você poderá ter um conhecimento mais aprofundado com o que foi apresentado aqui.