Quais eventos nacionais e mundiais já foram cancelados devido à pandemia

Nem iniciativas relativas à política monetária poderiam prever o impacto do novo coronavírus na economia de todo o planeta. Desde que surgiu, em Dezembro do ano passado, a Covid-19 tem cancelado eventos de grande porte, destruído expectativas e causado, além de desemprego, uma série de mortes.

Com mais de dois milhões de casos confirmados, a Covid-19 fez com que aeroportos fechassem e cidades inteiras ficassem desertas. 

Ainda não há previsão para o encerramento da quarentena em alguns dos mais influentes países do mundo, e o Brasil tem, a trancos e barrancos, seguido as instruções da Organização Mundial de Saúde.

Enquanto a situação estiver instável, todos os eventos que promoveriam aglomerações estão suspensos. Há alguns que arriscam fornecer novas datas, enquanto outros só devem ser remarcados após o encerramento da pandemia.

Abaixo, listamos alguns dos eventos nacionais e internacionais que tiveram que ser postergados ou cancelados. Confira.

Eventos cancelados ou adiados por causa do novo coronavírus: saiba mais

O cancelamento que mais causou surpresa foi o das Olimpíadas e das Paralimpíadas de Tóquio, que aconteceriam em julho deste ano. 

Por conta do aumento no número de casos do novo coronavírus, foi decidido  que os Jogos Olímpicos acontecerão entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021, enquanto os Jogos Paralímpicos serão entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro.

Outros cancelamentos e adiamentos na área dos esportes foram:

  • Maratona de Hong Kong. Ocorreria em fevereiro;
  • Campeonato indoor asiático. Ocorreria na China, em fevereiro;
  • Meia maratona de Paris, ainda sem data para acontecer;
  • Maratona de Barcelona, adiada para outubro;
  • Maratona de Boston, adiada para setembro;
  • Copa do mundo feminina de beisebol foi adiada. A nova data ainda é incerta;
  • Adiamento da temporada 2019-2020, da NBA;
  • Suspensão da temporada de basquete da Euroliga;
  • Jogo das Estrelas do NBB, adiado, ainda sem data para acontecer;
  • Mundial de meia maratona, na Polônia, adiado para outubro;
  • Suspensão dos pré-olímpicos das Américas, da Europa e o pré-olímpico mundial de Boxe;
  • Campeonato asiático de canoagem, que ocorreria na Tailândia, adiado por tempo indeterminado.

Shows e eventos de música e cinema cancelados por conta da pandemia

As edições brasileira, chilena e argentina do festival Lollapalooza, muito famoso entre os fãs de música internacional, foram adiadas. Os eventos, que ocorreriam no meio do ano, foram transferidos para dezembro. Espera-se que, até lá, a situação do novo coronavírus já esteja sob controle.

Num aspecto mais amplo, foram cancelados os seguintes eventos de artes:

  • Coachella, nos Estados Unidos;
  • Festival de Cannes, na França;
  • Festival de Glastonbury, na Inglaterra;
  • Festival Tomorrowland, na França;
  • Rock in Rio Lisboa, em Portugal,
  • Festival de Jazz de Montreux, na Suíça;
  • Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP);
  • Shows de diversos artigos, como Madonna, Metallica, My Chemical Romance (que estaria retornando após um hiato de anos), Maroon 5, Taylor Swift, Billie Eillish, Cher, Tool, McFly, Tokio Hotel e Pearl Jam;
  • Lançamento dos filmes “007 – Sem tempo para morrer”, “Velozes e Furiosos 9”, “Um lugar silencioso – Parte II”, “Mulan”, “Viúva Negra”, “Mulher Maravilha 1984” e “Scooby-Doo”.

Atraso nas gravações de vários seriados e filmes

Por conta do aumento nos casos do novo coronavírus nos Estados Unidos, que já é considerado o novo epicentro da doença, vários seriados tiveram as suas gravações interrompidas. “Good girls”, que está no seu terceiro ano de exibição, teve que terminar a temporada com cerca de cinco episódios a menos.

“Grey’s Anatomy”, sucesso de público há quase duas décadas, teve as gravações de sua nova temporada suspensas por tempo indeterminado. “The Flash” também.

Hollywood também sofreu: gravações de filmes bastante esperados, como o retorno de Missão Impossível ou o quarto filme da saga Matrix, foram postergadas. Não é possível saber quando serão retomadas.

Museus, eventos de moda e festas anuais canceladas

Os museus, centros de treinamento e espaços culturais estão todos fechados. Mesmo os gigantes, como o Museu do Louvre, o Museu de História Nacional da Inglaterra, o Metropolitan Museum e o MoMA, não permitem o acesso de ninguém.

O mundo da moda, por sua vez, perdeu as novas edições do São Paulo Fashion Week, do Met Gala, baile anual que ocorre em Nova York e é o predileto dos fashionistas, as semanas de moda em Paris e em Milão e o desfile que apresentaria a nova coleção da Versace.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *